Home        Perfil       A Clínica        Diagnósticos       Tratamentos Faciais       Tratamentos Corporais       Dermatoscopia       Mídia       Contato

     Imprensa

Pé na areia

Revista Nova - Janeiro/2014

Reaplique o protetor solar

Antes de pensar em repassar o filtro, veja se não está suja com grãos de areia, sal ou suor demais, pois eles atrapalham a absorção do produto e podem até irritar a pele. Por isso, sempre que possível, molhe o rosto com água doce antes de reaplicar o protetor. Mesmo que você esteja passando-o pela segunda vez, a quantidade recomendada pelos especialistas é a mesma: "Uma colher de chá do produto para o rosto e o pescoço, outra para cada braço e 2 colheres de chá para as partes da frente e de trás do tronco e as pernas", indica o dermatologista Sérgio Schalka, coordenador do Consenso Brasileiro de Fotoproteção, da Sociedade Brasileira de Dermatologista.

Detalhe: se o protetor for em gel, aplique em um único sentido, sem movimentos de vaivém. "Se espalhado em diversas direções, o filme formado pelo se quebra, compromentendo a proteção e dando a sensação de esfarelamento" diz o expert.

Proteja Olhos e Bocas

"É essencial proteger a região dos olhos, uma das mais afetadas pelo envelhecimento, mas cuidado para não escorrer produto dentro deles, o que pode levar a uma irritação severa", alerta a dermatologista Denise Lage. da Faculdade de Medicina do ABC, na grande São Paulo. As versões em bastão são perfeitas para alcanças todos os cantos sem escorrer - de preferência, combine com o uso de óculos escuros, que, de quebra, defendem a retina do sol. O protetor labial - com FPS 30, no mínimo - também deve ser reaplicado a cada duas horas e toda vez que comer, beber ou entrar no mar. Lembre-se, de que ele precisa ser usado mesmo quando você estiver de batom. "Nesse caso, aplique uma camada generosa do filtro nos lábios e passe o batom por cima", ensina a dermatologista Juliana Carnevale, do Rio de Janeiro.

Use chápeu nas Caminhadas

O acessório vale principalmente se você tiver qualquer problema de pele ou for branquinha demais, já que o suor compromete a proteção e, caminhando, você passa o tempo todo exposta do sol. "Enquanto se exercita, a reaplicação do filtro é mais difícil; então, é melhor sair bem protegida", diz Denise Lage.

Chapéus e bonês já blindam os raios UV por si só, mas há versões com proteção solar, ainda mais indicadas. Esse cuidado salvará não apenas seu rosto mas também seu cabelo dos efeitos nocivos da exposição prolongada ao sol.

Abaixo segue a publicação:


 


Rua Joaquim Floriano, 72 - cj. 74
Itaim Bibi - CEP 04534-000 - São Paulo
Tel: (11) 3078-5881 / 3078-5937
Av. Barão de Itapura, 2294 - cj. 36
Guanabara - CEP 13073-300 - Campinas
Tel: (19) 3365-1880
Siga-nos: